Communitas | Último Tipo

Pelos Amigos

Último Tipo, por Rodrigo dos Reis

A gente já se apresentou em muitas escolas e instituições educacionais, levando arte a alegria para milhares de crianças por esse Brasil afora. Hoje quem fala sobre o Último Tipo é Rodrigo dos Reis, professor de música da Instituição Dr. Klaide, onde apresentamos o espetáculo “Rio que passa lá” algumas semanas atrás. Dá um olhada!    

Último Tipo, por Edna Miranda

Com a palavra: Edna Miranda, do Coletivo Joaquina. Dá uma escutada no seu depoimento!    

Último Tipo, por Luiz Siqueira

Com a palavra: Luiz Humberto Siqueira, da COMTEMTE – Companhia Tempo Teatral. Dá uma escutada no seu depoimento, que fala especialmente do espetáculo “Rio que passa lá”.    

Último Tipo, por Herica Veryano

Quem fala hoje é a Herica Veryano, do Coletivo Joaquina. Dá uma escutada no seu depoimento!

Último Tipo, por Andre Perucci

Nessa nossa jornada musical, cruzamos com muitas pessoas especiais, uma delas é o músico Andre Perucci. Dá uma escutada aí no seu depoimento!    

Último Tipo, por André Batalha

Andre Batalha foi quem gravou nosso primeiro CD demo, em 1997. Que gostosa lembrança! Dá uma olhada no seu depoimento.    

Último Tipo, por Thibault Delor

O músico Thibault Delor fala de sua participação no CD “O Treco da Pata Choca”. Dá uma olhada:  

Último Tipo, por Marcel Rocha

O músico Marcel Rocha fala de sua participação no CD “O Treco da Pata Choca”. Dá uma olhada:  

Último Tipo, por Fabio Bergamini

O baterista Fabio Bergamini fala de sua participação no CD “O Treco da Pata Choca”. Dá uma olhada:  

Último Tipo, por Uliana Dias

Tiro o chapéu, babo, me emociono… É o Último Tipo, trupe musical-cênica que me inspirou a ser música, amar a música, viver a música em toda sua potencialidade. Eles, como diz Rita Lee, brincam de ser sérios e levam a sério a brincadeira, como deveríamos fazer todos. Parabenzaço pra essa força! Essa é uma de suas músicas de que mais gosto: “Vera”. Uliana Dias, musicista   Ouça a música “Vera” (Jara Carvalho e Déo Piti) aqui: https://www.youtube.com/watch?v=GO5OuhBWmWI

Último Tipo, por Camila Cardinali

Ao assistir “O Treco da Pata Choca”, é impossível não sair cantarolando uma das músicas do espetáculo. E a presença da nova integrante, de apenas 11 anos? Sofia Oliveira! Como não se emocionar com a entrega dessa talentosa menina em cena? Dá de mil em muitos artistas com anos de carreira. Que presença cênica! Que atitude! Déo Piti, Velu Carvalho e Jara Carvalho, que coisa linda! Trabalho delicado e encantador… E Lora? Ah, como tem o dom de me emocionar, e, … Leia Mais | +

Último Tipo, por Wannyse Zivko

O encontro com o Último Tipo foi profissional, pelo caminho das artes. Já começou bem… A parceria é longa, e o prazer é enorme! Um trabalho insólito, com muita qualidade, cuidado com cada detalhe dos arranjos, do figurino, do cenário, criatividade, sustentabilidade, responsabilidade, honestidade. E ainda ganhei de brinde a amizade de cada um dos tipos. A cada espetáculo, o grupo contagia com suas músicas, cores e alegria. E faz o nosso dia melhor. Um grande abraço para vocês! Wannyse Zivko, … Leia Mais | +

Último Tipo, por Odete Lins

Na apresentação do espetáculo “Rio que passa lá” na Hípica, em abril de 2016, encontramos a querida amiga Odete Lins. Quando chegamos a Campinas, em 1996, ela e a Marcia Volpi eram donas da escola Casa da Gente, que foi uma das primeiras a acolher nosso trabalho. Temos muita gratidão por essa parceria de muitos anos e admiramos demais o trabalho único que essas profissionais da educação desenvolviam com as crianças. Dá uma olhada no vídeo:  

Último Tipo, por Antoine Kolokathis

Ter o grupo Último Tipo como parceiro é um privilégio para a Direção Cultura Produções, pela qualidade artística, profissionalismo e vanguarda com os quais esses goianos trabalham. Eles são e sempre serão ‘último tipo’ em tudo o que fazem. Antoine Kolokathis, produtor cultural, diretor da Direção Cultura

Último Tipo, por Anselmo Carvalho

Gravar um grupo como o Último Tipo e ter participado do novo CD foi uma experiência muito rica. A expontaneidade desse grupo dentro do estúdio torna o som mais vivo! Os arranjos musicais seguem uma linha, uma estrutura, porém são maleáveis e mutáveis. Os instrumentos e vozes da música interagem, interferem e provocam-se entre si. O resultado disso é um som muito original e rico em detalhes. Os instrumentos de percussão inusitados criados por eles conferem ao grupo uma sonoridade … Leia Mais | +
1...